Quando se deve congelar sêmen?

Deve-se congelar sêmen de pacientes que vão se submeter a tratamento que podem comprometer a fertilidade (quimioterapia, por exemplo) ou mesmo vasectomia.

Por quanto tempo o sêmen pode ficar congelado?

O sêmen congelado e armazenado manterá sua qualidade e capacidade de fertilização por varias décadas.

Como é feita a coleta de sêmen para congelamento?

Nos pacientes que ejaculam espermatozóides, através da masturbação, realizada na própria clínica; para pacientes que não apresentam espermatozóides no ejaculado, pode ser feita uma punção de epidídimo ou mesmo uma biópsia de testículo, e caso seja encontrado espermatozóides, estes podem ser congelados.

Menor de idade pode congelar sêmen?

Sim, com autorização dos representantes legais. Esta técnica de prevenção e conservação de espermatozóides é muito indicada e deve ser utilizada em todos os homens adultos ou menores de idade que produzem espermatozóides e serão submetidos a qualquer tipo de tratamento que por alguma eventualidade poderá danificar a espermatogenese, tais como quimioterapia, radioterapia e outros. pode-se ainda proceder o congelamento de sêmen para aqueles viajando ou moram em outro local para utilização posterior do seu sêmen e suas esposas com técnicas de fertilização assistida.

Qual a probabilidade do sêmen congelado prestar quando descongelado?

Depende das características do sêmen no momento do congelamento. Um teste pode ser realizado na amostra inicial colhida para o congelamento, que nos mostrará se este espermatozóide suporta o congelamento. Sabe-se que há uma perda em torno de 30% no número de espermatozóides potencialmente férteis. Com o uso das técnicas de reprodução assistida quase todos os sêmens podem ser congelados e usados posteriormente.